YouTube lança ferramenta para proteger direitos autorais

Para quem achava que trabalhar com o YouTube já era dificil por questões de direitos autorais, agora vai ficar mais dificil ainda com a ferramenta que acabam de lançar. Ela promete proteger o conteúdo original dos criadores, então pode ser bom para alguns criadores, que fazem sua própria reprodução e para outros não já que alguns trabalham com videos de terceiros, exemplo como o futebol entre outros, dependendo de como essa ferramenta ira funcionar.

Alguns criadores de conteúdo no YouTube há muito tempo se queixam de reproduções não-autorizadas de seus vídeos por aí. É fato que a plataforma de vídeos da Google já vem fechando o cerco nesse tipo de prática, mas, agora, o serviço anunciou medidas ainda mais rígidas para proteger os direitos autorais de seus criadores.

YouTube

Portanto, o Copyright Match, recurso criado para fiscalizar ativamente o conteúdo do YouTube, varrendo a plataforma em busca de vídeos que possam estar copiando na cara dura conteúdos originais. Funciona assim: quando um novo vídeo é armazenado, o recurso automaticamente procurará por vídeos semelhantes e, quando encontrar correspondências, a “cópia” será informada ao usuário.

Então, o usuário poderá escolher entre não fazer nada a respeito, entrar em contato com o “copycat” para acertar as coisas por conta própria, ou ainda pedir que o YouTube remova o vídeo que esteja infringindo seus direitos. Esses pedidos de remoção serão analisados pela plataforma para garantir que não haja uso mal-intencionado do recurso.

Mas o YouTube pede, ainda, que os criadores notificados de quem um vídeo de terceiro possa estar copiando o seu conteúdo avaliem cuidadosamente o material antes de pedir a remoção, confirmando, também, que o criador é mesmo o detentor de tais direitos autorais. Vale ressaltar que a funcionalidade foi criada para encontrar reproduções completas, não analisando, portanto, trechos de vídeos.

Essa novidade deve começar a chegar na semana que vem, e quem a receberá primeiro serão os youtubers com mais de 100 mil assinaturas. Depois, gradualmente a funcionalidade será liberada ao restante da base de usuários.

Fonte: YouTube Creators Blog

Faça já parte da família Itecnewsacesse e conheça nossa pagina no Facebook e Instagram, interaja conosco em nossas redes sociais e tenha acesso as melhores novidades tecnológicas do mundo.

1162
Deixe seu comentário