Saia do modo “trabalhar para viver”

Entenda por que hoje a gente trabalha o tempo todo, vive de urgências e como a ditadura do tempo influencia nossa vida.

É fato que a maioria de nós tem vidas incrivelmente ocupadas.

Aliás, até posso afirmar que muitos de nós temos o que a Caroline Leaf chama de “rotinas nocivas” – descansar se torna um luxo que é desejado com frequência. E quando se trata de comida, a mentalidade que se observa é: “estou ocupado demais para cozinhar…”.

Colocar aquele jantar pronto no micro-ondas e posicionar-se em seu sofá em frente a TV e ao celular para se entreter ou até mesmo continuar trabalhando parece sempre uma opção muito melhor do que ficar andando de um lado para o outro na cozinha tentando preparar algo comestível, já sabendo que terá de limpar todas aquelas panelas depois.

Hoje a gente trabalha o tempo todo e vive de urgências

Com os avanços tecnológicos, como afirma James Gleick no livro “A velocidade da vida moderna”, tornou-se possível que nós trabalhássemos o tempo todo. Hoje vivemos debaixo da ditadura do tempo: o relógio se tornou nosso mestre.

Isso nos traz uma sensação desnecessária de urgência, que pode nos causar estresse crônico e nos fazer adoecer – além de causar má-digestão. Será que é por acaso que sofremos cada vez com problemas de estômago?

Essa doença da pressa tem dominado grande parte da nossa vida diária, o que desafia o valor de uma boa refeição caseira com ingredientes frescos e reais.

Hoje sabe-se a última e mais top tendência de tudo, a nova cor de cabelo daquela celebridade, o que tem de novo nas mídias sociais, mas não se sabe de onde sua comida veio.

A alimentação saudável é sim essencial para se viver

Debaixo da ditadura do tempo, ocorre o crescimento da “nação fast-food”, o que aumenta a doença da pressa.

De acordo com James Gleick, os estabelecimentos de fast-food “criaram segmentos completamente novos da economia, entendendo e realizando suas próprias formas de gerar nossa pressa, aproveitando-se dela.”.

Assim, quanto mais sustentamos essas empresas com o dinheiro que lutamos para ganhar, mais sustentamos uma mentalidade de que a comida deve ser barata, rápida e preparada com pouco esforço ou tempo.

Sabe qual é o resultado disso?

  • Podemos ficar nutricionalmente famintos, por mais rodeados que estejamos pelo que parece ser uma abundância de comida
  • Cada vez mais pessoas sofrem de obesidade e desnutrição
  • Sistema alimentar sobrecarregado com calorias vazias que não atendem totalmente a nossas necessidades nutricionais.

Se você não quer mais perder seu tempo com o que só te faz ficar sobrecarregado, indisposto e sem motivação, faça isso aqui

Eu posso te ajudar com isso, com um treinamento que vai te ensinar:

  • 8 formas para ter mais foco e ser mais produtivo
  • Como ter uma mentalidade produtiva
  • Como turbinar sua produtividade usando o Trello

São videoaulas, e-book, exercícios práticos que vão te levar a ter tempo para obter mais resultados. E você ainda recebe um certificado digital quando concluir.

Clique aqui no link e adquira já: https://bit.ly/2ZZbBFa

Adaptado de “Pense e coma de forma inteligente”, de Caroline Leaf.

2021
Deixe seu comentário