itec news Notícia Tecnologia

Últimas Notícias

Arraste para o lado e veja mais...

  • Início
  • Jogos
  • The Game Awards – 5 polêmicas entre os vencedores
the-game-awards-5-polemicas-entre-os-vencedores

The Game Awards – 5 polêmicas entre os vencedores

Compartilhe

Polêmica após as premiação do The Game Awards

Não é de hoje que os vencedores do The Game Awards (TGA) causam divergências dentro da comunidade gamer, é muito comum vermos em fóruns, redes sociais e até nos comentários no YouTube, um amplo debate discordante entre o público sobre qual jogo deveria ter levado o prêmio. Esse essa discussão reascendeu após a premiação de Elden Ring diante de God of War Ragnarok.

Anos sem Discussão no The Game Awards

the witcher 3 the game awards 2015Alguns anos de premiações não existem tanto desacordo, 2015, por exemplo, é um ano que mesmo The Witcher 3: Wild Hunt tendo uma forte concorrência como Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain, Bloodborne e Fallout 4, é quase unânime que ele tenha levado levado a premiação e se tornado também o jogo mais premiado da história, mesmo perdendo título de jogo do ano no Golden Joystick Awards (A premiação mais importante depois do TGA) para o Bloodborne.


Anos polêmicos no TGA

Outros anos que geram muito debate na tga são os anos de 2017, 2019 e 2021.

  • The Game Awards 2017:
    Na premiação de 2017 tivemos The Legend of Zelda: Breath of the Wild que foi incontestável apesar da forte concorrência de um jogo da própria Nintendo, Super Mario Odyssey.

  • The Game Awards 2019:
    O ano de 2019 trouxe dois favoritos, entretanto, apesar de um jogo de nicho por sua dificuldade em combate acentuada, Sekiro: Shadows Die Twice reimaginou a experiência da jogabilidade soulsborne e apesar de Resident Evil 2 Remake ser um grande jogo, ainda assim não passava de releitura de um jogo já existente.
  • The game Awards 2021:
    It’s Take Two também foi quase unânime no ano de 2021, já que revive a essência do videogame, o modo cooperativo local.

Golden Joystick Awards vs The Game Awards (2016)

Yu Suzuki, criador de Out Run e Shenmue, recebe um troféu Golden Joystick em 2019
Yu Suzuki, criador de Out Run e Shenmue, recebe um troféu Golden Joystick em 2019 (Crédito da imagem Futuro)

A pesar de muitos considerarem polêmica a premiação de 2016, a verdade é que Overwatch foi uma febre naquele ano e gamers também jogam mutiplayer competitivo. Outro fato importante, foi Bloodborne sair de mãos abanado na premiação de 2015, sem levar uma categoria sequer, porém, o jogo da Fomsoftware ainda saiu como grande vitorioso no Golden Joystick Awards, que concordando ou não, é uma premiação relevante e a mais antiga da indústria, acontecendo desde 1983. Fazendo uma analogia com o cinema, o TGA seria o Oscar e Golden Joystick Awards seria o Globo de Ouro.

A Polêmica do TGA 2018

O primeiro ano do The Game Awards a ter uma polêmica que até hoje é debatida nas redes sociais é 2018, foi um ano com grandes lançamentos como Marvel’s Spider-Man, Celeste e AC Odyssey, porém o grande embate daquele ano foi entre Red Dead Redemption 2 e God of War. Muito é debatido sobre aquela premiação, uma parcela significativa da comunidade gamer discorda sobre o fato de God of War levar o prêmio de jogo do ano em cima de Red Dead Redemption 2.

O jogo da Rockstar traz consigo alguns detalhes que argumentam a seu favor, ele é o jogo de mundo aberto mais impressionante e imersivo já feito, ele tem uma jogabilidade agradável e um ritmo de gameplay perfeitamente cadenciado, também nos apresentou o mais bem construído personagem da história dos videogames, superando até mesmo Aloy de Horizon Zero Dawn, outro ponto importante para Redemption 2 são seus números expressivos, como o maior lançamento em um final de semana, o jogo mais bem avaliado da oitava geração de consoles, o jogo mais vendido do ano (inclusive na plataforma Playstation 4), até mesmo sites de conteúdo adulto registraram aumento nas buscar por termos relacionados com western na época do lançamento do jogo. Além de tudo isso, o jogo chegou para a premiação do TGA 2018 tendo vencido o Golden Joystick Awards. Então, ele era merecedor de levar o jogo do ano?

Não deixe de conferir, também: Polêmica! Jogos AAA Custarão 70 dólares Indústria dos Games focará mais rica

Polêmica: God of War vs Red Dead Redemption 2

O jogo premia God of War vs Red Dead Redemption 2Sim, era, porém, God of War de 2018 era igualmente merecedor, essa jogo revitaliza uma das principais franquias da história dos games, insere Kratos de forma magistral na mitologia nórdica, traz uma grande profundidade ao protagonista ao mostrar o seu amadurecimento e a relação com seus filho, o jogo da Santa Monica Studio consegue ser tão grandioso quanto Red Dead Redemption 2, se a Rockstar Games levasse o prêmio de jogo do ano do The Game Awards para casa, seria merecido, entretanto, mostraria uma diferença que não existe entre esses dois, visto a todos os triunfos que Redemption 2 havia conquistado. Para ser mais objetivo, qualquer um dos dois era merecedor de vencer a principal categoria em disputa e a vitória de God of War foi justa.

Polêmica: Elden Ring vs. God of War Ragnarok

O jogo premia o jogo do ano Elden RingNo The game awards 2022, voltou a polêmica discussão, dessa vez sobre a vitória de Elden Ring sobre God of War Ragnarok, muitos defendem que o jogo da Fromsoftware é um jogo de nicho por sua alta dificuldade, também existem críticas a qualidade gráfica jogo, embora outros defendam que o gráfico dos jogos soulsborne fazem parte da identidade artística da empresa, a verdade é que gráficos realistas não são condicional para qualidade nos jogos, tanto é que os jogos indies estão em ascensão, cada vez mais desenvolvedoras de jogos independentes lançam novos jogos e de qualidade todos os dias.

GoW Ragnarok presentou seus jogadores com um desfecho incrível de uma jornada épica, teria sido merecedor sim se a Santa Monica levasse esse prêmio para casa, porém, foi igualmente merecedor Elden Ring ser o vencedor da principal categoria, o jogo da Fromsoftware consegue fazer algo que na visão de muitos era impossível, adaptar a gameplay soulsborne em um jogo de mundo aberto e não qualquer open world, um jogo que chegava a lembrar Zelda BotW por sua sensação de liberdade, porém, muito mais hostil.

Confira o The Game Awards 2022

A vitória de The Last of Us Part II em 2020

Provavelmente o ano mais polêmico e talvez um pouco menos debatido do que os anteriores, dessa vez não falando apenas de TGA, seja 2020. Nesse ano, o grande vencedor foi The Last of Us parte II, que foi uma premiação merecida, apesar da forte concorrência de jogos como Ghost of Tsushima, que levou o prêmio de melhor jogo pelo público e Hades da desenvolvedora indie Supergiant Games, que levou a premiação de melhor jogo de ação. Esse ano é polêmico não pelo fato de The Last Us parte II ter conquistado The Game of the Year do TGA, mas por ele ter se tornado o jogo mais premiado como GOTY em outros eventos, superando The Witcher 3, a questão é que por mais que ele tenha sido merecedor da conquista principal(isso está fora de debate), ele competiu com outros grandes jogos que também eram dignos de tamanha conquista, Ghost of Tsushima era o melhor mundo aberto desde Red Dead Redemption 2 e Hades ainda conseguiu vencer o Golden Joystick Awards.
Polêmicas sempre vão existir próximos anos do The Game Awards, o que interesse é que você tem o seu jogo do ano.

Clique para Compartilhar
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Telegram
Email

posts relacionados

Posts Relacionados

Arraste para o lado e veja mais...