Netflix | Brasil é um dos países que mais maratonou La Casa de Papel

Netflix | Brasil é um dos países que mais maratonou La Casa de Papel

Netflix comunicou nesta sexta-feira (15), que o Brasil está entre os países que mais maratonou a série La Casa de Papel. Junto a nós nesta paixão pela trama guiada pelo Professor, estão argentinos, colombianos e mexicanos.

Umas das series mais esperadas por muitos brasileiros que teve a segunda temporada já lançada. E agora muitos estão loucos para que venha logo a terceira temporada, que também foi confirmada pela Netflix em um anuncio no dia 18 de abril que a serie terá continuação.

Trailer da segunda temporada.

A terceira temporada foi anunciada em 18 de abril e teve uma divulgação especial postada no Twitter da Netflix para fãs mais fervorosos de La Casa de Papel. Mais detalhes sobre elenco, sinopse, teasers e até mesmo uma previsão de estreia devem surgir ao longo dos próximos meses.

Dados técnicos sobre consumo de serie dos brasileiros

A Netflix também informou alguns outros dados sobre o nosso consumo de séries estrangeiras. Ao todo, brasileiros já somam 270 milhões de horas com séries criadas no Japão, como B: The Beginning. Outro dado revelado é a nossa relação com produções francesas: foram 175 milhões de horas consumidas com séries produzidas pelo país europeu.

Essas informações foram apresentadas em uma brincadeira criada pela Netflix, em que apresenta produções internacionais (para além das norte-americanas) como se fossem grupos da Copa do Mundo de futebol. No grupo América, por exemplo, Brasil participa com 3%, a série de ficção científica criada por Pedro Aguilera. A trama teve sua segunda temporada em 2018.

Na lista, figuram também The Crown (Inglaterra), Dark (Alemanha), The Rain(Dinamarca), La Casa de Papel (Espanha)Club de Cuervos (México), entre outras.

Para muitos que assistem series isso não é novidade, todos sempre estão em busca de novidades, e a Netflix está fazendo parte da família de muitos brasileiros, como uma programação sagrada.

1122
Deixe seu comentário