Entenda a polêmica do Leilão 5G no Brasil

Entenda a polêmica do Leilão 5G no Brasil

Como publicamos na semana passada, onde falamos da primeira experiência 5G no Brasil, podemos de certa forma dizer que a tecnologia 5G é quase uma realidade em nosso país. Com o leilão adiado para o ano que vem, consequência da pandemia que enfrentamos, nas últimas semanas um assunto específico ganhou manchete na mídia brasileira, a participação da empresa chinesa Huawei no leilão que definirá o responsável pela implantação do 5G no país.

                A empresa multinacional Huawei equipamentos para redes e telecomunicações esteve no Brasil no ano de 2013, o que acabou não dando certo, com a alta do dólar e por não conhecer bem o consumidor brasileiro e acabou voltando em 2019 após investir em pesquisas com inovações tanto em seus aparelhos como sendo uma das empresas que atuam na melhoria da infraestrutura das redes como é o caso do 5G.

                Porém com a guerra comercial entre China e os EUA e a proximidade entre os presidentes Trump e Bolsonaro, presidentes dos EUA e do Brasil respectivamente, há um impasse na participação da empresa no leilão. Até mesmo uma advertência foi dada ao Brasil sobre uma possível permissão à Huawei para fornecer equipamentos 5G ao país.

                No entanto, a decisão do governo sobre a participação ou não da empresa chinesa, ficará aparentemente só para o ano que vem, como comunicado pelo ministro das comunicações, Fábio Faria no último dia 14.  

318
Deixe seu comentário