Brasileiro de 60 anos cria carregador de celular que funciona sem precisar estar plugado na tomada

Na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, um catador de recicláveis desenvolveu um carregador de celular que funciona sem precisar estar conectado em uma tomada.

Celso Aristimunho, tem 60 anos, e vive em uma edícula, nos fundos da casa onde mora a irmã com a filha especial. O pouco espaço na casa não é impedimento para guardar esses objetos, que quando desmontados, dão origem a outros que ele mesmo cria e guarda e nenhum deles foi comercializado.

carregador

Novo forma de carregar celular criada pelo brasileiro

Então ele criou um aparelho que conta com um carregador de celular, uma lâmpada, manivela e restos de um ventilador, tudo envolvo em fita isolante. Em vídeo, ele aparece girando a manivela e, quase que instantaneamente, o celular começa a ser carregado. O que podemos perceber é que Celso criou tipo um gerador de energia manual.

“Fico pensando nesse pessoal que se perde no mato, nos lugares distantes ou mesmo em alto-mar. Pode salvar vidas, né?”, conta Celso orgulhoso de sua invenção.

Na entrevista feita pelo G1, ele conta que está sempre levando para casa produtos eletrônicos encontrados descartados no lixo, como aparelhos de som, liquidificadores, ventiladores e instrumentos musicais.

Celso, também, já conseguiu reformar um fusca de 1968 apenas com materiais encontrados no lixo, apelidando o veículo de Batfusca.

carregador

Mas Celso não pode criar outros objetos, porque esta semana, um incêndio destruiu todas as suas ferramentas e outras peças que usaria, inclusive, no batfusca. Mas ele não se abala: “Com o tempo vou catando tudo de novo, sempre tem alguém que não usa mais alguma coisa e joga ela no lixo. O que não serve para alguém pode ser um tesouro para mim” finaliza, esperançoso.

Fonte: G1

Faça já parte da família Itecnewsacesse e conheça nossa pagina no Facebook e Instagram, interaja conosco em nossas redes sociais e tenha acesso as melhores novidades tecnológicas do mundo.

3397
Deixe seu comentário