4 problemas das metas que nunca te contaram

4 problemas das metas que nunca te contaram

Por um momento esqueça tudo que já ouviu falar sobre definição de metas. Quer dizer que metas são inúteis? A questão é que existem 4 problemas das metas que nunca te contaram, mas que eu vou te contar nesse post. Acompanhe até o final para compreender e mudar sua mentalidade.

Conforme James Clear, especialista em hábitos e autor do livro Hábitos atômicos, metas são boas para determinar uma direção, mas os sistemas são melhores para fazer progresso.

Qual é o poder que oprime a sociedade quando se fala em metas?

O poder que realmente oprime a sociedade humana é o pensar impossibilidades. (Robert H. Schuller, autor do livro “Você pode ser quem deseja”).

Geralmente nos envolvemos tanto na rotina de nosso dia a dia, que não vemos as possibilidades e oportunidades para fazer ou resolver algo de forma diferente do que estamos acostumados. Tendemos a não usar a criatividade.

Isso se deve a termos medo de arriscar, ao comodismo, a não querer sair da nossa zona de conforto, ao fato de acharmos que não podemos fazer algo diferente – impomos a nós mesmos leis e normas que não existem-, e também por não sermos flexíveis e prontos para lidar com o diferente e não usual.

Será que você busca resultados diferentes do jeito mais produtivo?

Outro aspecto é que costumamos fazer coisas e pensar da mesma forma e esperamos resultados diferentes. Será que isso é possível? Só se obtém um resultado diferente se mudarmos, ou ampliarmos nossa visão. Nem sempre há outro modo, mas precisamos tentar.

Já estamos finalizando o 1º semestre e quais são as conquistas que ainda não chegaram até você? Ainda há tempo de alcançá-las? Talvez você se sinta cansado de lutar e buscar o seu objetivo. Talvez você se sinta sem forças para continuar crendo e prosseguindo.

Mas afinal, o que é meta e por que você deve ter uma?

  • Meta é sonho com data marcada. Sonhar (ainda que acordado) só pode se concretizar quando se sai do território do “algum dia” para o campo da data agendada. Já os sonhos são desejos inconscientes.
    Por que ter meta?
    Porque você não pode ter em 2020 as mesmas atitudes dos anos anteriores se querer resultados diferentes.

“Nunca conheci uma pessoa focada no ontem que teve um amanhã melhor.” (John Maxwell)

Concentre-se no seu sistema, no processo.

4 problemas das metas:

  • 1º Vencedores e perdedores têm as mesmas metas.

Seja numa corrida, em um jogo, você sempre nota que os esportistas e as equipes ali envolvidas têm um objetivo em comum: ganhar o jogo!

Mas assim como você e outras diversas pessoas que querem por exemplo, recuperar o que foi perdido financeiramente durante o isolamento social da pandemia, isso não significa que você e elas irão conseguir.

O fato é que somente quando se implementa um sistema de pequenas melhorias contínuas, é que se consegue um resultado diferente.

  • 2º Alcançar uma meta é somente uma mudança momentânea.

Sabe aquele quarto bagunçado que você arruma versus os hábitos desleixados que você mantém ao longo do tempo?
Aí que está, achamos que precisamos mudar os resultados, mas eles não são o problema. O que realmente precisamos mudar são os sistemas que os produzem.

Quando se resolve algo no território dos resultados, a solução é temporária.
Corrija as entradas e as saídas se corrigirão.

  • 3º As metas restringem sua felicidade.

As metas criam o conflito do perdedor/vencedor.  Muitas vezes você pode chegar a pensar: se atinjo algo, Deus me abençoou, se não atinjo é porque Deus não quis, ou ele não me abençoou. Se consigo isso, sou feliz, se não consigo sou infeliz.

Mas sabe o que acontece?

Você esquece que Deus tem planos infinitamente maiores do que pensamos ou imaginamos, mas que isso depende da nossa obediência e outras condições para obtermos. Além de que Deus respeita nossas escolhas e deixa a gente colher o que plantamos.

Ao viver no ciclo de perdedor/vencedor você se permite ser um perfeito insatisfeito infeliz.

  • 4º As metas estão em desacordo com o progresso em longo prazo.

Existe algo ruim que se chama “Efeito ioiô”. Esse problema acontece quando se foca em metas apenas e se esquece dos sistemas.

Você passa a agir como alguns corredores, que passam meses treinando, mas ao cruzar a linha de chegada param de treinar.

Nesse sentido, entende-se que estabelecer metas foca em ganhar o jogo. Porém, o propósito de construir sistemas é continuar jogando.

 

Então o que devo fazer para resolver os 4 problemas das metas em minha vida?

Em longo prazo o pensamento deve ser sem metas.
Ah, então vou focar em uma única realização? Não. Trata-se de um ciclo de refinamento e melhoria contínua.

É seu compromisso com o processo que determinará seu progresso, como diz o especialista em hábitos, James Clear.

Assim, você entende que maus hábitos se repetem de novo e de novo não porque você não deseja a mudança, pelo contrário, mas é porque o sistema usado está errado.

  1. Concentre-se no sistema geral, em vez de em um único objetivo.
  2. Comece com minúsculas rotinas que inicialmente parecem insignificantes, mas em longo prazo se acumulam e alimentam ganhos maiores que vão se multiplicando, superando assim o investimento inicial.

É aquela história, um corpo em movimento tende a permanecer em movimento a não ser que alguma força externa o pare.

Os hábitos são como átomos de nossas vidas, porque eles são unidades fundamentais que contribuem para uma melhoria geral. (James Clear).

 

FONTE: adaptado do livro Hábitos Atômicos.
Link de compra do livro ou ebook:  https://amzn.to/2MBXWwI
993
Deixe seu comentário