Banda larga “internet espacial” está próximo de virar realidade

A SpaceX  recebeu no dia 14 deste mês, uma quarta-feira, a aprovação do órgão que regula o serviços de telecomunicações dos Estados Unidos, para dar início a construção de uma rede banda larga utilizado satélites. Ajit Pai, presidente da FCC – Comissão Federal de Comunicações dos EUA, disse que o projeto da SpaceX deve viabilizar o fornecimento de serviços de banda larga em todo mundo utilizando satélites.

O lançamento do Foguete Falcon9 que iria transportar os satélites que viabilizam a “internet espacial” e outros itens secundários que estava com data marcada para dia 17/02/2018 sábado foi remarcado, de acordo com agência espacial de Elon Musk, a tripulação necessita de tempo extra para fazer os ajustes finais.

O objetivo do projeto que recebeu o nome de Starlink, é o de emitir sinal de web para o todo o globo utilizando 12 mil sondas, as quais parte devem operar  a 320 km e outras a 1.120 km de distância da terra utilizando diferentes frequências, o que deve garantir total cobertura e sem interrupções do serviço para todo a terra. Existe um expectativa de que o projeto alcance 40 milhões de assinates até 2025 o que deve gerar aproximadamente US$ 30 bilhões de receita. A viagem do próximo dia 21 deve ser o primeiro passo para este ambicioso plano.

Deixe seu comentário
COMPARTILHAR